Nota de Falecimento - Rev. Takasi Simizu


“Louvarei o nome de Deus com um cântico, e o engrandecerei com ação de graças.” Salmo 69,31

Com muito pesar informamos sobre o falecimento do Rev. Takasi Simizu na noite de 8 de dezembro de 2021, em Barretos, SP, em consequência de parada renal e cardíaca.


Rev. Takasi Simizu nasceu em Pereira Barreto, SP, em 16 de junho de 1935, e a família se tornou anglicana a partir da conversão e batismo de seu pai pelo Rev. Barnabé Kenzo Ono.

Rev. Takasi foi confirmado pelo Bispo Louis Chester Melcher na Paróquia da Santíssima Trindade, na cidade de São Paulo, em 25 de novembro de 1954, e cursou o ensino médio no Instituto José Manoel da Conceição, em Jandira, SP. Na época, acompanhava o então Rev. Edmond Knox Sherrill nos locais de pregação que havia em Barueri e Carapicuíba.


Formado em Filosofia pela Universidade de São Paulo, foi enviado pelo Bispo Edmond Knox Sherrill para o Seminário Teológico em Porto Alegre. Enviado pelo bispo também para Berkeley, ali estudou por um ano. Mais tarde, em 1968 e 1969, enviado pelo bispo, estudou também na Suíça, com uma bolsa do Conselho Mundial de Igrejas.


Foi ordenado diácono em 1962, e foi ordenado presbítero em 25 de janeiro de 1963 na Paróquia do Cristo Salvador, em Mauá, SP, pelo Bispo Sherrill.


Serviu na então Missão de São Lucas, na Vila Maria, e como ele mesmo tinha dito, seguiu o “roteiro” do Rev. Saulo Marques da Silva, trabalhando nas comunidades da região metropolitana de São Paulo: Paróquias do Cristo Salvador em Mauá, do Cristo Redentor em Ribeirão Pires e na missão que existia em Santo André.


Morou na cidade de Santos de 1968 até a década de 1980. Por uns 7 anos, todo domingo de manhã celebrava em Cubatão, à tarde em Itariri e à noite em Santos. Em Itariri, ministrou mais de 100 batismos e construiu a atual capela, levantando fundos e recebendo doações de materiais.


Foi assim também em Registro, onde serviu por dois períodos: nas décadas de 1960 e 1980. Designado para a Paróquia de Cristo Rei, naquele município, reformou a capela de Todos os Santos, em Manga Larga, e liderou a construção do atual templo na cidade.


Na região de Registro, atendia também a comunidade de Itariri e Pedro de Toledo, onde havia terrenos e uma pequena capela, assim como servia nas missões existentes nas cidades de Eldorado e Sete Barras.


Serviu também em diversas comunidades do Rio de Janeiro, como na Paróquia de Todos os Santos, em Niterói, e na Santíssima Trindade, no Méier, quando ainda as comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro faziam parte da mesma Diocese Central.


Rev. Takasi deixa o filho Neander Shimizu, a filha Dra. Thaís Shimizu, a nora Juliana Shimizu, o genro André Alves, os netos Antônio Henrique, Isabela e Guilherme, a companheira Gilda e a irmã Evelina. Tinha 86 anos.


Nossas orações pela família e nossa enorme gratidão a Deus pela vida e ministério extremamente profícuo do Rev. Takasi Simizu.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo